Internacional

Travis Scott diz que perdeu seu celular no mar em depoimento

ad

Travis Scott diz que perdeu seu celular no mar em depoimento

Post by: Felipe Mascari (RapMais)

Travis Scott será submetido a prestar mais dois depoimentos no próximo mês.
O rapper Travis Scott foi alvo de um pedido emergencial durante a ação judicial que envolve o caso do festival Astroworld.

Os autores da denúncia exigiram que o rapper de Houston entregasse seus registros telefônicos. No entanto, de acordo com a revista Rolling Stone, os advogados de Scott afirmaram que o atraso ocorreu devido a um motivo inusitado.

De acordo com a versão da defesa de Travis Scott, o telefone do rapper “caiu de um barco em janeiro de 2022 e caiu em algum lugar no fundo do Golfo do México e não poder ser recuperado”. A revista obteve uma cópia da transcrição do tribunal nesta quinta-feira (21), onde foram reveladas as informações.

Segundo os registros, três escritórios de advocacia apresentaram uma ação conjunta de emergência para compelir a produção em 11 de setembro. Dentro desse pedido, os advogados exigiram que os telefones de Travis Scott, bem como de sua entidade XX Global Inc. e de seus funcionários, fossem entregues para que os registros telefônicos pudessem ser autenticados.

Foi o depoimento do gerente geral da Cactus Jack, David Stromberg, que provocou o pedido de emergência depois que Stromberg testemunhou que “nunca entregou seu telefone aos advogados de Travis Scott para análise”. “O testemunho do Sr. Stromberg sugerem que nem uma única mensagem, conversa, foto, vídeo ou outra mensagem do telefone do Sr. Stromberg, Sr. Scott ou de alguém da equipe dele foi pesquisada e revisada para análise”, escreveram os advogados em seu pedido.

A transcrição também informou que Travis Scott será submetido a mais dois dias de depoimento no início de outubro. Os próximos depoimentos do rapper seguem seu interrogatório prolongado de oito horas na última segunda-feira (18), onde ele enfrentou perguntas sobre a tragédia, que resultou em centenas de processos.

“O depoimento de Travis Scott é um procedimento legal típico. O que não é típico é como a mídia continua a se concentrar nele, apesar de ter sido absolvido de qualquer conduta criminosa por extensas investigações governamentais, incluindo pelo Departamento de Polícia de Houston”, disse Ted Anastasiou, porta-voz de Travis Scott, em comunicado.

Travis Scott não enfrenta acusações criminais relacionadas às mortes no festival, pois foi inocentado por um grande júri em junho. O hitmaker foi entrevistado por um investigador dias após o festival de novembro de 2021 e alegou não estar ciente da gravidade da tragédia enquanto estava no palco.

As 10 pessoas mortas tinham idades entre nove e 27 anos, enquanto centenas de outras ficaram feridas durante a aglomeração na multidão. Mais de 1.500 ações judiciais civis foram apresentadas no total, sendo a maioria contra Travis Scott e a Live Nation, que organizou o festival em Houston. Um relatório de 1.200 páginas foi divulgado pelo Departamento de Polícia de Houston em julho.

No mês seguinte, Travis Scott e a Live Nation chegaram a um acordo silencioso em um terceiro processo movido pela família de uma das vítimas do Astroworld, já que a família de John Hilgert, de 14 anos, decidiu resolver fora dos tribunais por uma quantia não divulgada. Um juiz agendou o primeiro julgamento civil para 6 de maio de 2024.

Silver Saga - Vai Devagar